5 de ago de 2009

Apenas pó

Dakota Lapse.com
Não me diga o que fazer, em que acreditar
seus espíritos abrem suas portas, não minhas
desejo o bem também, não preciso enlouquecer
Acreditar em almas recicláveis não me salva
não há marcas no corpo que corrompa o que sou
O destino é solto no vento, pegamos o que é nosso
Se existe algo maior que nossa imaginação, sim
Mas se fôssemos dignos de compreender...
As minhas ideias ficaram ontem na geladeira
meus sentimentos levantaram dopados
Mas de uma coisa eu sei, só através de uma letra
duas e mais palavras é que vem o desabafo.
Pois o seu tempo perdido em teorias românticas
não me absorve, sou mais consciente da matéria
aquilo que corrói é inevitáv
el, somos pó, puro pó.

6 comentários:

  1. " Do pó vimos, para o pó iremos "
    Seu texto tem diversos sentidos, mas me parece um profundo desabafo para algo/alguém que tentou te pregar alguma idéia não tão aceita ;)

    Mas o que vale é que ficou bom pra cara***!

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. Uma ou duas letras
    formam um texto
    que pode ser nada
    além de texto, então
    desabafos, romances, poemas
    juras e injúrias de amor
    flertes com Deus ou o diabo
    simulações ou dissimulações
    invejas ou imanências ressentidas
    heroismo, covardia, livre arbítrio
    tudo, compõe o texto, quase sempre
    é somente resultado de uma 'mãosada'
    dos outros ou nossa em nosso pó "eterno"
    com dor e piedade ou sem dor nem piedade
    tanto faz assim quando tudo tudo é pó, mas
    na mão pode conter amor, se não próprio
    talvez dessas coisas Deus ou diabo
    tão semelhante a nós, reais ou textos.

    ResponderExcluir
  3. póssível q sejamos algo melhor....e teu texto mostra q da pra ser melhor..compreender...trabalhar....sentir....se colocar no lugar do outro....
    póssivel sermos um pó q vale ouro...
    bjaum e ótimo fds.

    www.bocadekabide.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Parabens, forte e completamente identificavel,que desabafo!!!

    ResponderExcluir