11 de abr de 2011

Only you...

Pode atirar a pedra que está no seu bolso. Estou aqui, plena Madalena, ciente daquele erro, mergulhada na ansiedade. Aqueles sempre repetidos enganos, já nem te mereço... Chore, grite e me mate. Não me deixe! Pise na grama verde, reconheça que sou seu chão. Beba no meu copo, verta meus segredos.

3 comentários: