9 de mar de 2012

Pround

Sim, sou eu.
Bacharel.
Eu posso traduzir, interpretar... nossa, que sonho seria na prática.
Traduzir os enunciados enigmáticos, com interpretações simultâneas de conversas desconexas.
Habilitaram-me para além da sala de aula, peço ao universo, habilite-me para a vida!

Nenhum comentário:

Postar um comentário