30 de nov de 2009


O mais estranho de hoje é não saber como cheguei aqui

Pois todos os passos incalculados levaram-me longe

Ainda sinto que chegarei a um estado que consigo sentir

Mas tudo é tão estranho, não só pra mim, se atravessar...

Numa mesma calçada, pensamentos do céu ao inferno

O lado bom das coisas despertando pra uma doce vida

O lado ruim das coisas concluindo que não há razões.

Não dá realmente pra saber o que fazer ou o que pensar

A vontade de chorar vem e vai, o sorriso vem e vai

Não só pra mim, eu sei que não só pra mim, mas e daí?

Por que eu sinto com tanta força que algo está diferente?

De onde viemos aonde iremos? Quem somos senão pó?

Por que sendo assim, uma mente insana ainda vagueia?

Porque sinto que ainda beijarei os beijos ainda não meus.

Um comentário:

  1. olá cristiane.

    vim aqui.. leio e releio..

    e em ti..

    no teu olhar me enleio..


    beijos no teu coraçao..

    ResponderExcluir