6 de nov de 2008

Bicho desregionalizado

Não quero falar de bicho, bem outros
já falaram.
Pra falar da minha terra quero citar o convívio.
A variedade, a amizade, o entardecer
ouvindo quem se ama.
Pra falar da minha terra, prefiro falar
de gente, dos que abrem um sorriso ao
dizer bom dia e infelizmente daqueles
que mal olham em seus olhos em sinal
de reciprocidade.
Da magia que se encontra num
desfazer de impressão, onde se afeiçoam
membros de todas as miscigenações.
Nas estrelas que encontrei no meu quintal
de minha nostalgia...
parece que onde achamos a felicidade
mora a surpresa, onde o mais ignóbil
vem a se tornar indispensável na rotina.
Quero falar que tenho saudade da rua
sem asfalto, da poeira e das pedras
molhadas.
Sinto que aqui possui o meu ser, não sei
dos bichos, mas tem muitos que podem
dizer.

Nenhum comentário:

Postar um comentário