19 de jan de 2009

Senhores da palavra...

Todos eles devem ter nascido nos séculos XVIII ou XIX, que magia houve nestes longos séculos?
O que permitiu tamanha expansão de emoção, e tão aberta luta contra a mesmice?
Estas mentes que me atrapalham e enriquecem, que músicas ouviam?
Tantas doudas palavras, significados rebuscados que nos trazem até aqui.
Mesmo sem conseguir captar a magnitude de suas idéias, avançaram, se arrastaram, perpetuaram-se, estão hoje em mim.
Viva a literatura, aos românticos, pré-românticos e até mesmo aos árcades, pois mesmo não
indentificando um doce em seu estilo, me trouxe Bocage.

Nenhum comentário:

Postar um comentário