12 de fev de 2009

Apenas uma cobla


Farei apenas uma cobra, não me cobre rima alguma
Não sei redondilhas ainda ei de entender
Farei esquecer o que aprendi ontem, sem enjabements...
Poesia com palavra não me rima, sou exatamente crua.


Paradoxos!

2 comentários:

  1. gostei dessa, mas acho que o post anterior foi melhor.
    não sei o que comentar em poesias...é uma parada tão subjetiva q...
    =p

    --
    www.moolegal.wordpress.com
    objetividade é móó legal!

    ResponderExcluir
  2. nao te rima..mas cobres.. com palavras.
    se está crua deixa cozer...
    o que a nobre....
    vaca nos dá.
    agora e já
    o leite a ferver....

    beijos...

    ResponderExcluir