16 de mar de 2009

Por que tão cedo?


Jovens estão indo embora antes da hora
Quem sabe a hora certa? Acho, não é agora
Ontem senti meu coração apertado
não sabia o porquê, mas algo incomodava
Bem agora fico sabendo, eu a conheço!
Uma jovem foi embora, com tanta revolta
O destino dela foi mudado por um cara errado
Levou sua inocência em troca de um cigarro
Essa onda do mal foi virando tempestade
nem mesmo uma filha lhe trouxe liberdade
Prendeu-se num mundo carrancudo
cheio de vagabundos, que trocam o céu pelo chão
Não! Não consigo entender...
Ver as pessoas que eu cresci observando
indo embora tão cedo.
Por mãos cruéis, pesadas e sujas, levaram-na
Mas antes disso a droga já tinha lhe condenado.
Fica uma súplica pros céus:
_Segure os jovens aqui por favor!
Não os deixem levados pela dor, não mais
Talvez ela tenha tentado, o mundo não deixou
Independente dos motivos, não tem como aceitar
Degradado corpo, se foi antes, alma.
Que sua cria seja envolta numa luz e não sinta tanto
Pois nós que vamos ficando, choramos e lamentamos
Mais uma jovem vida perdida, um corpo largado
Vá em paz, seja pra onde quer vá... Resta saudades.


4 comentários:

  1. Essa sensação de que as pessoas nos deixam antes da hora é muito triste, seja de que forma for. Muito bonito seu poema, sensível e forte.

    ResponderExcluir
  2. Deixar, esta palavra pode ter vários sentidos... Morrer, sumir, abandonar, etc. O que hé de comum entre estes sentidos ? creio que a dor de quem é "deixado", como expressa seu poema... Triste e bonito.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  3. e a juventude cada vez mais jovem....
    a realidade se torna bonita num poema , como um conto de fadas às avessas.
    Saludos pra ti, Cris.
    Anita.

    ResponderExcluir
  4. Errata:
    O que há de comum... e não " o que hé de comum.. "

    Dedos bêbados aahhuaa.

    ResponderExcluir