24 de mar de 2009

Reflexos da amizade





Somos reflexo do meio em que vivemos
meu meio é alegre, conveniente e quente
temos menos medo agora, ideia latente
ouvimos, dividimos aquilo que comemos

As palavras certas que nunca escolhemos
não precisam ser ditas, felizes somos, gente
os planos parecidos são diferentes, tente
que tudo que há de vir será bom, oremos

Oremos aos deuses diferentes que cremos
participarão de nosso idealismo, solenemente
poucos partilham do amor que é direfente

Dignas ofertas de sentimento phileo temos
reflexos de nossa sociedade fechada, lente
que enxerga através da complicação só sente.



4 comentários:

  1. Como se parecen tanto nuestras lenguas, te escribo en español pues yo te leí en portugués y entendí casi todo. Buen blog. Hermoso soneto. Qué bueno es leer a gente de la tierra de Vinicius de Moraes.

    ResponderExcluir
  2. Te amo, sua linda!
    Linda, como tudo o que faz!

    ResponderExcluir